Recanto do Arco-íris por Benoit Paillé

Recanto 3

Benoit descobriu o recanto do arco-íris enquanto estava viajando em gaspesie (quebec)

Benoit Paillé se auto define como: Viajante, procrastinador, pseudo-artista e um pouquinho fotógrafo. Ele conta ter começado o seu interesse por fotografia enquanto participava do seu primeiro Recanto do Arco-íris.

“O que é legal sobre o Recanto do Arco-íris é que ele é escondido; ele acontece de forma isolada em uma floresta distante. Você deve dirigir e caminhar por um longo tempo, há algo mágico em procurá-lo.” Diz Benoit.

O Recanto do Arco-íris é um encontro de comunidades em contato com a natureza para compartilhar os ideais de paz, harmonia e respeito, afim de criar uma alternativa à cultura popular de meios de comunicação e do materialismo. O primeiro Recanto do Arco-íris aconteceu em 1972, na Floresta Nacional de Terras (Estados Unidos) e desde então tem sido realizado anualmente. Outras comunidades regionais do Recanto do Arco-íris se reúnem durante todo o ano em todo o mundo.

Recanto

À primeira vista, é como uma tribo que está organizada como uma mini-cidade. Espaços são criados para cozinhar, área para crianças, uma especie de café, um campo de música, dentre outras coisas. Existe também uma grande fogueira em um centro circular, da qual denomina-se o ‘Fogo Sagrado’, onde reúnem-se para ter suas refeições. As refeições por sua vez, todas veganas, são doadas por mercearias locais.

“O Recanto do Arco-íris é um lugar para arte, muitos amantes e até mesmo artistas vão para lá. Ninguém é julgado, e isso é o que cria o potencial para uma arte pura.” Conta Benoit.

A priori, pensar em está longe da cidade, de qualquer tecnologia e Internet pode ser uma experiência um tanto assustadora, mas provavelmente você descubra que é possível ser feliz vivendo de uma outra maneira. Benoit, particularmente, conta que percebeu a importância de cuidar de seu corpo, comer melhor e de cuidar melhor do meio ambiente.

” Ao voltar do Recanto do Arco-íris, significa reconsiderar-se, você foi transformado, mesmo purgado da tecnologia, entre outras coisas. E é claro que você vai julgar muito mais severamente a sociedade em que vive” Conclui.

Em sua experiência, Benoit, fotografou diversas pessoas: Homens, mulheres, crianças, adolescentes, jovens, famílias. O resultado, você já imagina, incríveis imagens que farão você repensar sobre tudo sem ao menos ter ido até ao Recanto do Arco-íris.

 

Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto
Recanto

Fonte: Benoit Paillé – Rainbow Gathering Québec

Leave your vote

1 point
Upvote Downvote

Total votes: 1

Upvotes: 1

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%