Professora dá uma lição genial sobre o bullying

bullying

Uma lição grandiosa para refletirmos sobre o bullying

A palavra bully vem do inglês e significa uma pessoa valente, tirana e brigona. No entanto Bullying nada mais é do que a ação de atos propositais, violentos e repetidos contra uma mesma pessoa. O bullying pode ocasionar sérios danos físicos e psicológicos às vítimas.

Rose Dutton, uma professora britânica, criou uma forma inteligente e muito criativa para explicar aos seus alunos sobre as consequências do bullying. Para fazer a demonstração e explicar os efeitos do bullying, ela usou duas maçãs.

professora explica o bullying

As duas maças eram perfeitamente iguais: grandes e vermelhas. Antes de Rose levar as duas maças para a sala de aula, ela jogou uma das maçãs no chão, levemente, para que ficasse machucada por dentro. Seus alunos não sabiam disso.

Chegando na sala de aula, a professora então mostrou às crianças as duas maçãs para que descrevessem a aparência das duas.

maçãs

“Eu peguei a maçã que tinha jogado no chão e comecei a dizer às crianças o quanto eu não gostava dela, que eu a achava nojenta, com uma cor horrível e que o cabinho era muito curto. Eu disse a elas que, por eu não gostar daquela maçã, queria que elas também não gostassem, então elas deveriam xingar a fruta.” conta Rose.

No início as crianças estranharam, mas logo passaram a maçã machucada para os colegas e todos insultaram a maçã, a chamaram de fedida e podre, não sabiam porque a maçã existia e outras coisas mais.

Dutton se sentiu mal pela ofensas dadas aquela maçã. Depois disso, foi a vez das crianças passarem de mão em mão a outra maçã. Dessa vez, só se ouviu palavras agradáveis sobre a maçã.

No final, a professora pegou as duas maçãs que continuavam iguais e partiu as duas ao meio. A maçã que recebeu vários elogios era branquinha, suculenta e fresquinha em seu interior. Já a outra maçã que foi insultada era o inverso, totalmente machucada por dentro.

“Acho que as crianças tiveram uma espécie de iluminação naquele momento. Elas realmente entenderam, o que vimos no interior das maçãs, os machucados, os pedacinhos partidos, era como cada um de nós se sente quando alguém nos maltrata com suas ações ou palavras”, explica a professora em seu post publicado no Facebook sobre a aula.

“Quando as pessoas sofrem bullying, especialmente as crianças, elas se sentem péssimas por dentro e muitas vezes não demonstram nem falam como estão se sentindo. Se a gente não tivesse cortado aquela maçã para ver seu interior, nunca teríamos percebido quanta dor causamos a ela.”

Antes dessa aula, Dutton teria contado aos seus pequenos alunos uma situação triste em que ela teria sido insultada por uma pessoa.

“Diferentemente de uma pessoa, nós podemos impedir que isso aconteça. Podemos ensinar às crianças que não é certo dizer palavras grosseiras umas para as outras, e discutirmos os efeitos destas grosserias. Podemos ensinar às crianças a defender os coleguinhas e parar qualquer tipo de bullying, assim como uma aluna de hoje, que se recusou a dizer grosserias para a maçã.”

Essa linda e grandiosa lição foi ensinada na aula chamada Relax Kids, que fala sobre emoções. A escola fornece materiais e métodos para que as crianças trabalhem com o seu lado mais sentimental.

Diante disso a reflexão é simples e curta: tratar as pessoas como gostaria de ser tratado(a), com respeito acima de tudo, independentemente de sexo, cor, raça ou religião.

Fonte: Huffpost Brasil

Leave your vote

1 point
Upvote Downvote

Total votes: 1

Upvotes: 1

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%