O que significa a tatuagem de ponto e virgula?

ponto e virgula

Ponto e Virgula: Um pequeno caractere, um grande significado

Você já viu alguém com uma tatuagem como esta?

ponto e virgula
Por Danilo Bernardes

Essa tatuagem é referente ao “Project Semicolon” (Projeto ponto e vírgula) que começou na primavera de 2013, quando a fundadora do projeto Amy Bleuel queria honrar seu pai, o qual ela perdeu para o suicídio.

Com o tempo passando e o projeto sendo desenvolvido, o símbolo cresceu e deixou de ser apenas sobre uma pessoa. Foram ouvidos de diferentes pessoas o desejo de continuar as suas histórias e viverem uma vida que iria inspirar outros a continuarem em frente

Através de diferentes apoios, a mensagem de esperança e de amor atingiu um grande público em muitos países diferentes, muito mais do que o projeto poderia ter antecipado.

Mas porque um ponto e vírgula?

“O ponto e vírgula é usado quando o autor poderia ter escolhido terminar sua sentença, mas escolheu não o fazer. O autor é você, e a sentença é a sua vida.” – Project  Semicolon

Assim o projeto existe até hoje, buscando encorajar e ajudar as pessoas a superarem esse momento e seguirem em frente, não colocando um ponto final a suas vidas.

“Projeto ponto e vírgula é um movimento global sem fins lucrativos dedicado a apresentar esperança e amor para aqueles que estão lutando com doenças mentais, suicídio, dependências e auto-lesão. Projeto ponto e vírgula existe para encorajar, amar e inspirar.” – Declaração da missão

No site do projeto é possível compartilhar sua história e ajudar outras e se envolver ao projeto de diferentes formas – http://www.projectsemicolon.org/ e também conhecer histórias de diferentes pessoas:

ponto e virgula

Eu tive problemas com minha saúde desde quando eu era pequeno; eu batalhei depressão e cansaço constantemente, o que acabou levando a terrores noturnos, problemas com minha auto-estima, pensamentos negativos e tendências suicidas. No começo de Abril (2015) eu falei com a Amy, a fundadora do projeto Ponto e Vírgula. Depois de ver a quantidade de apoio, pessoas se esforçando para continuar suas vidas e gente inspirando gente para que estas continuando vivendo, eu fiquei motivado e decidi continuar com a minha vida também – Dilon Tate Músico (Listen to Brothers)

5831875

Eu tentei me matar várias vezes antes de completar 12 anos. Eu fui abusada sexualmente, abusada verbalmente, abusada emocionalmente e abusada fisicamente durante minha infância toda. Eu fui estuprada e abusada por figuras parentais e namorados. Com a benção de Deus e a direção e suporte de várias pessoas durante a minha caminhada, eu cresci. Eu espalho o amor pelo mundo e dou amor para pessoas que não recebem amor. Eu aprendi o verdadeiro significado de amor por Jesus Cristo – Brandi McPeak  (Missionária/Guatemala)

São incríveis histórias, tanto de um enorme sofrimento, como também de uma incrível superação, e caso queira conhecer ainda mais algumas:

4573875_orig

Eu cresci no centro-oeste dos Estados Unidos, numa comunidade boa, com pouco crime e muitas oportunidades. A primeira vez que pensei sobre automutilação, eu não era muito mais velha do que meus filhos agora. A parte que me assusta é que quando eu era pequena, o que parecia birras infantis era, na verdade, algo mais sombrio. Se eu ainda tenho dificuldades? Com certeza. Vale a pena? Não há dúvidas que vale a pena. Eu gostaria que alguém tivesse me dito na época, quando eu era mais jovem, que a vida é difícil, que viver seria uma séria de desafios, que a escuridão iria eventualmente me fazer compreender a luz dentro de mim mesma – Ashley Brooner (Veterana do Exército dos Estados Unidos da América.)

2037591_orig

Da maneira mais simples, eu tenho sofrido com depressão e automutilação por dez anos agora, tive duas tentativas de suicídio neste período também. Eu enterrei meu pai quando tinha 13 anos de idade. Minha mãe, quando tinha 25. Esperança era algo que nunca pensei que fosse possível. Era algo que parecia mais um conto de fadas. Minha história está longe de estar terminada. A esperança está muito viva – Brandi Schneider (Projeto Ponto e Vírgula)

 

E se ainda quiser conhecer mais outras histórias ou até compartilhar a sua, visite você também o site do projeto.

E caso sinta-se a vontade, pode também contar-nós um pouco de sua história aqui nos comentários, ficaríamos felizes em também ler ela para nós inspirar e encorajar.

Fontes: ProjectSemicolon, Facebook, Upworthy

Tradução e localização dos relatos – Ana Mões

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 8

Upvotes: 4

Upvotes percentage: 50.000000%

Downvotes: 4

Downvotes percentage: 50.000000%