O que dizer a alguém que acabou de perder quem ama

perdeu

‘Perder’ O momento de luto e o enfrentamento deste momento

Falar sobre ‘perder’ alguém nos remete a morte, porém, não podemos prender este sentimento a um único acontecimento, existem outros momentos que geram cargas emocionais tão forte quanto. Como quando alguém muito próximo vai morar em outro país ou quando você precisa mudar de cidade, o fim de um relacionamento…

Esta é a hora na qual aqueles que estão ao redor tornam-se elementos fundamentais para a superação, assim estes devem colocar os problemas pessoais de lado, relevar os julgamentos e apesar do desconforto, estar disposto a falar e principalmente, ouvir.

Será possível confortar aquele que sofre? Com certeza esta tarefa não é fácil. Pois para este tudo que é racional parece se esvair, os sentimentos são incontroláveis, a dor é infinita, o tempo passa devagar, os pensamentos estão sempre te conduzindo a tudo aquilo que você deveria (ou não) ter feito e fazem você refletir como será a vida dali a diante, torna-se difícil enxergar qualquer coisa além da dor.

perder

Inicia-se então a incessante busca das palavras e dos gestos certos que talvez não existam, já que não há script para a vida, cada ser humano é único assim como a situação que ele viveu. Expressões clichês como “Todos já passaram pelo momento de perder alguém” “O tempo irá curar”, “Isso fará de você uma pessoa melhor”, “Você precisa ser forte” são comumente lembradas e repetidas, porém naquele momento compreender sobre os reflexos futuros parece inalcançável, ainda assim não deixa de ser um assunto que deva ser posto em mesa. O tempo é o pior melhor amigo, pois é capaz de afagar, amortizar, passar a dor, a saudade sempre existirá, um dia ela virará a lembrança de tudo aquilo que foi vivido. Tudo que acontece reflete em nós, para bem ou para mal, não se pode ter a certeza de que aquilo fará de alguém melhor, todavia conceberá uma lição. Porventura, um dos conselhos mais difíceis de pôr em prática seja ser forte, naquele momento todo o mundo parece desmoronar, as forças parecem não existir e é total direito da pessoa sentir-se dessa forma, passar por isso da maneira mais extrema possível, entretanto a vida continua, é preciso ter isso em mente. Os dias seguem, aquele momento já é parte do passado, o qual se convive em concomitância.

Talvez expressões já formuladas não sejam tão boas quanto a sinceridade do sentimento explorado somado a experiência de vida. Fale além daquilo que a pessoa quer ouvir, fale o que seu coração mandar, o que você sentir, quem está de fora consegue ter uma visão ampla da situação, suas palavras podem não ser entendidas agora, mas serão lembradas mais tarde. Fale coisas boas, fale sobre tudo aquilo que a pessoa viveu com quem se perdeu, fale sobre o que ela aprendeu, sobre quem ela é, o quanto ela é importante para você e para as pessoas ao redor, tente mostrar que o futuro é possível.

perder

Ajude a pessoa a reconhecer o problema, não adianta evitar o assunto distraindo-a, exprimir o que sente da maneira que achar melhor facilita, pois muitas vezes quando o pensamento é externalizado ganha real sentido.

E escute, realmente e principalmente, escute, procure entender, esteja ali não só de corpo, esteja de alma, de coração, mostre que você está com ela, que você se importa, que a batalha também é sua, que o sentimento é compartilhado, vivenciado em conjunto, coloque-se no lugar, esteja no lugar e não só do lado, tal atitude mostra que a dor está sendo dividida, que o fardo é carregado em conjunto, que ela não está só.

Nesta hora o que verdadeiramente vale é a empatia, colocar-se no lugar do outro, sentir o que o outro sente, pensar o que pensa. Este é o maior esforço que se pode fazer para chegar perto, já que não foi com você e provavelmente você não sabe como é, então, o quanto mais próximo se tenta chegar, o quanto na pele tenta entrar, melhor será compreendida a dor e assim, livremente suas palavras fluirão.

E apesar de tudo, talvez você não seja ouvido, talvez os gestos não tenham sido suficientes, talvez o consolo não chegue, mas não abandone, não deixe de tentar, continue ali, acompanhando, sentindo, compartilhando, vivenciando e fazendo tudo que você pode, pois você é essencial para que essa batalha seja vencida. Nunca deixe de dizer:

“Estou com você”

Fonte: Upworthy

Leave your vote

1 point
Upvote Downvote

Total votes: 1

Upvotes: 1

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%