O elogio e o poder da palavra como fonte de sentimentos

elogio

O poder do elogio sobre nossos sentimentos

Qual o poder que um elogio exerce no íntimo? Aos que já foram navegantes do navio de narciso-inciso, busquem.

Aos que despertam: Da inércia em que foram jogados aos sete mares do Universo, percorrendo os recônditos mais obscuros-tuas entranhas! Montanhas de ti: Id- Ego-Super Ego. (Não entrarei em detalhes, saibas que eles são as máscaras que colocamos a cada dia).

elogio

Após escalar estas três montanhas, observa-se aurora nos confins do Horizonte perdido, o Diamante do “si mesmo” em lapidação, o eu que sou- que tu és, ínfimo. Num desabrochar íntimo, o Todo em seu Infinito.

Torna-te o que és, sem máscaras, receber um elogio é o ouvir da palavra propagada: Extrair o néctar de sua essência! Natureza irá sempre te por a prova, pois a busca consiste em descortinar os véus para que navegues no Oceano para além de Aurora, o EU puro.

O elogio é para o ser, o que o orvalho da manhã é para a rosa: Uma sutil troca recíproca entre ambos, renascendo um dentro do outro.

O aperceber-se do outro altera a comunicação do Sistema Nervoso Simpático gerando assim um estado puramente empático. O SER busca a transmutação em um si-mesmo, onde eu o vejo UNO em mim, o outro como meu próprio reflexo. Diga-se de passagem, quem não gosta de sentir-se vívido e vibrante? Como um antídoto, o elogio percorre as zonas cerebrais em instantes, o elogiado o recebe, as vezes não sabe como lidar com tal situação por modéstia, ou por não estar acostumado, no entanto o receba e diga: Obrigado!

Receber um elogio é um dom que poucos o possuem. Isso de maneira pura pode advir de uma reação espontânea de alguém que olha e nos percebe por dentro, ao nosso âmago mais profundo- ao passo de que:  O nosso exterior é reflexo do mundo interior. Por outro lado, existem pessoas que possuem uma verdadeira necessidade de serem elogiadas, sentindo-se elevadas ou superiores. Inconscientemente, precisam de estímulo ou atenção, isso fará com que sintam-se recarregadas e sua autoestima equilibrada. Conheço uma senhora que disse-me outra vez: “Recebo teu elogio, dele não me envaideço para que as pedras não doam ao meu caminhar”.

Ver é transpor as barreiras da carne.

O olho é uma câmera fotográfica, capta as informações recebidas em todos os níveis, do mais denso ao mais sutil. As imagens de nossa agitação secreta estão pintadas de modo particular nos olhos. Todo o fluxo interno, mostra-se através do olhar. O fluxo, em toda sua punjança e pureza pode infundir nas outras mentes o fogo, a atividade e a própria imagem a qual eles se inspiram. De imediato, recebem e refletem a inteligência do pensamento e o calor da sensibilidade.

Somos apresentados a noção indivisível, inseparável, de que estamos todos interligados.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=aW8BDgLpZkI]

Leave your vote

1 point
Upvote Downvote

Total votes: 1

Upvotes: 1

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%